You are currently viewing Como reconhecer firma de um documento pela internet

Como reconhecer firma de um documento pela internet

A partir da última terça-feira, 7 de junho, os cartórios brasileiros começaram a aceitar cartórios online. O processo, que deu seus primeiros passos em 2020 por conta da pandemia, é visto como um fator chave na migração de serviços vitais para um ambiente 100% digital.

Essa novidade beneficiará milhões de brasileiros, pois não será mais necessário ir a um cartório. Todo o procedimento é feito através da plataforma e-Notariado. Confira todos os detalhes abaixo.

O que é e como funciona o reconhecimento de firma?

Em suma, é a notarização que garante a autenticidade da assinatura no documento. Por exemplo, ao finalizar a compra de um imóvel ou veículo, é fundamental que o processo traga mais segurança.

Por isso, é um dos serviços mais requisitados dos cartórios brasileiros. O reconhecimento face a face pode ser feito de duas maneiras: por similaridade ou autenticidade. Na primeira, basta comparar a assinatura do documento com a do signatário, mas na identificação de autenticidade, a assinatura é feita na presença de um notário.

Como reconhecer a firma de um documento pela internet?

  1. Antes de começar, o primeiro passo é obter um certificado digital autenticado, que pode ser emitido gratuitamente pelo portal e-Notariado clicando aqui. Basta preencher seus dados no formulário abaixo (você também precisará enviar uma foto). Este certificado servirá como prova de identidade no registro.
  2. Em seguida, você precisa criar um fluxo de assinatura clicando aqui e clicando em “Criar seu fluxo”.
  3. Após instalar o componente de assinatura digital clicando em “Instalar”, utilize o certificado criado anteriormente para acessar o sistema e enviar o documento que terá firma reconhecida (não esqueça de indicar quem deve assinar o documento).

Pronto! Os pagamentos do programa podem ser feitos via Pix ou cartões de débito, ou pela própria plataforma. A identificação presencial por semelhança é cobrada no mesmo valor, listado por estado.

É importante ressaltar que todas as partes envolvidas devem assinar documentos com seus respectivos certificados digitais para que o cartório emissor dê o aval da assinatura eletrônica. Por fim, os arquivos identificados ficam acessíveis por 30 dias. Vale ressaltar também que a troca de dados é criptografada, aumentando a segurança do serviço.

Deixe um comentário